A inspiração da bíblia: Teorias sobre a natureza dessa inspiração

“Toda escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça;” (2 Tm 3.16). A própria bíblia dá um testemunho de si própria sobre a natureza da sua inspiração.

           Conceito de inspiração divina

         A palavra grega usada para “inspiração divina” na bíblia é “Theopneustos” e significa “soprado por Deus”. Há algumas teorias que procuram explicar como se deu essa inspiração. Vejamos:

           Inspiração dinâmica

           Defende uma combinação de elementos divinos e humanos na redação da bíblia. Não significa que a bíblia tem duas metades uma divina e outra humana, mas que ela é um livro inteiramente divino com elementos humanos em sua redação que não foram desprezados.

         Crítica: Essa teoria é sutilmente equivocada. Deus não anulou a personalidade do escritor na redação da bíblia, porém essa teoria não se refere a esse fato. Ela defende que existem elementos humanos arbitrários na bíblia, ou seja, que foram introduzidas pela vontade humana ainda que sob a regência da soberania de Deus. Porém, a bíblia afirma que a sua redação não foi escrita por vontade de homem algum “Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo espírito santo.” (2 Pe 1.21).

         Inspiração mecânica ou ditada

          Defende que Deus anulou a personalidade dos autores bíblicos, seus estilos e culturas. Os autores seriam uma espécie de robô reproduzindo o que lhe foi ditado.

         Crítica: Deus respeitou o estilo gramatical, a cultura e personalidade dos autores bíblicos. O conteúdo não sofreu interferência de pensamentos humanos, mas a forma da escrita, sim.

         Inspiração parcial ou fracionada

         Defende que a inspiração da bíblia é apenas parcial, a bíblia apenas contém a palavra de Deus. Existe uma fração humana e outra divina na redação da bíblia.

        Crítica: A bíblica é clara: Toda escritura é divinamente inspirada

        Inspiração verbal

        Defende que todas as palavras da bíblia foram inspiradas. Deus dirigiu de tal forma os autores bíblicos que até mesmo a escolha das palavras foi inspirada sem mistura de erro humano. Essa é a teoria considerada ortodoxa a qual se filiam a grande maioria das igrejas evangélicas.

       Uma observação deve ser feita: quando falamos em inspiração e inerrância da bíblia estamos falando dos manuscritos originais. No processo de cópia e tradução houve erros, porém esses erros são insignificantes e não comprometem nenhuma doutrina bíblica em particular.

Referências bibliográficas

Teologia brasileira

Comentários